Gestão remota: boas práticas para manter a sincronia com a equipe

Gestão remota: boas práticas para manter a sincronia com a equipe

Os cuidados com a saúde causados pelo coronavírus (covid-19) levaram ao afastamento social, e empresas dos mais variados setores tiveram de mudar rotinas e se reorganizar. Mas como gerir o trabalho de toda a equipe estando fora do ambiente profissional? 

Na Sincroniza já temos experiência com gestão remota, mas quisemos repactuar nossos combinados com a equipe nesse novo contexto. Em nossa reunião de coordenação, definimos algumas ações e rotinas para criar um ambiente de trabalho saudável e garantir que as entregas sejam cumpridas. Nossa cofundadora Ana Paula traz algumas dicas:

  1. Confiança na equipe

Não é possível (e nem deveria ser o foco) controlar o que todos realizam o tempo todo, nem se estão realizando as tarefas naquele momento. Desde sempre nossa postura foi estabelecer combinados claros e em conjunto com os envolvidos, dar autonomia às pessoas e estabelecer uma relação de confiança: “estamos aqui para apoiar do que for preciso, e entendemos que você tem a competência e os recursos necessários para brilhar nessa função!”

2. Comunicação clara, cuidadosa e aberta 

Como falei acima, estabeleça combinados claros com o time: especifique o escopo da tarefa e acorde quem são os responsáveis e quais são os prazos naquela semana, por exemplo. Também somos adeptas do feedback contínuo, por escrito ou oralmente, seguindo o modelo “gentil, útil e específico”. Além disso, é preciso estar, de fato, aberto para acolher e dialogar sobre as dificuldades e angústias das pessoas, pois só assim é possível – de fato – apoiar, replanejar e motivar a equipe.

3. Instrumentos e rotinas de gestão

Para acompanhar o time e as entregas que precisam ser feitas, crie uma rotina de reuniões na periodicidade mais adequada, por exemplo: reuniões curtas de alinhamento das ações do time no início e no final da semana (check-in e check-out); discussão semanal de pontos críticos e entraves (reunião estratégica); e momentos mais mão na massa (reuniões de trabalho) para elaboração de planos de ação ou realização de tarefas em conjunto. Para monitorar e dar transparência aos processos e fluxos, ferramentas como Trello e Monday são essenciais. 

4. Colaboração como postura de trabalho

Sabemos que ninguém tem todas as habilidades e conhecimentos necessários para fazer tudo sozinho, mas juntos podemos oferecer o melhor de cada um. Então para nós é natural compartilhar nos times todos os arquivos e produções, construir a partir do que foi feito por outra pessoa e comentar o trabalho uns dos outros. Isso aumenta a qualidade do produto, otimiza tempo dos times e traz transparência ao processo. Tudo com muita humildade e respeito pelo trabalho de todos. 

5. Contato remoto, mas não distante!

Neste momento de isolamento social, demonstrar nossa preocupação e carinho genuínos com as pessoas se torna ainda mais importante para construir confiança, fortalecer a colaboração e realizar nosso trabalho com qualidade. Inicie as reuniões com a câmera aberta, ouvindo como as pessoas se sentem, estabeleça momentos de pausa para tratar de assuntos leves, interaja de diferentes maneiras para demonstrar apoio e cuidado e não tenha medo de se mostrar vulnerável também! 

Essas ações são mais fáceis de se implementar em organizações que buscam reduzir e horizontalizar as relações de poder e que não seguem uma estrutura tão tradicional de hierarquia. Mas isso já é tema para outro post 🙂


Nenhum comentário

Postar comentário

X