Trocando Ideias: Ensino Híbrido

Trocando Ideias: Ensino Híbrido

O ensino híbrido promove a integração entre o ensino presencial e o ensino online.

De acordo com o Instituto Clayton Christensen, “é uma tentativa de oferecer ‘o melhor de dois mundos’ — isto é, as vantagens da educação online combinadas com todos os benefícios da sala de aula tradicional”.

Existem muitos modelos de ensino híbrido, que podem ser combinados entre si. O mais comum é a utilização dos modelos rotacionais, que combinam pelo menos uma etapa na presença do professor com pelo menos uma outra etapa utilizando tecnologia – e esta pode ou não ter a presença de um professor.

Fazem parte do modelo rotacional:

Sala de Aula Invertida: Os alunos estudam a matéria em casa, de modo online, e praticam em sala de aula, aproveitando a presença do professor e dos colegas para compartilhar conhecimento, tirar dúvidas e aprofundar a aprendizagem.

Laboratório Rotacional: O professor divide a turma em dois grupos – um faz atividades na sala de aula, na presença do professor, enquanto outro grupo trabalha no laboratório de informática. Após um tempo determinado, os grupos trocam de lugar.

Rotação por Estações: O professor divide a sala em três ou mais grupos e cada grupo trabalha em uma atividade diferente, sendo que pelo menos uma deve ser online. Todos trocam de estações de maneira que participem de todas atividades. É importante que as atividades sejam independentes entre si, de modo que o aluno possa iniciar e terminar a atividade em qualquer uma das estações.

2 Comentários
  • kedma Batista Santana Rocha
    Postado às 21:19h, 23 janeiro Responder

    Considero a proposta educacional como uma tentativa de buscar alcançar o interesse dos alunos que estão cada vez mais voltados para o mundo da tecnologia.

    • Letícia Nardocci
      Postado às 09:52h, 24 janeiro Responder

      Agradecemos seu comentário Kedma!

Postar comentário

X