Trocando Ideias: Aprendizagem Baseada em Projetos

Trocando Ideias: Aprendizagem Baseada em Projetos

Dando continuidade à nossa abordagem às Metodologias Ativas, hoje é dia de falar um pouco sobre a Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP)!

Em resumo, podemos dizer que a ABP consiste na utilização de projetos autênticos e realistas, a partir de um problema ou questão motivante e desafiadora. Essa proposta enfatiza o trabalho cooperativo, proporciona um aprofundamento dos conteúdos, dá voz e poder de escolha aos alunos e permite que desenvolvam habilidades e competências (como pesquisa, curadoria, comunicação e autonomia). O professor atua como facilitador da aprendizagem e os alunos, como resultado final, produzem e compartilham conhecimento com a sociedade. (BENDER, 2014).

Geralmente os professores utilizam algum tipo de “âncora” para introduzir o projeto e despertar o interesse dos alunos. As âncoras podem ser vídeos, matérias de jornais ou revistas ou mesmo um fato relevante ou evento que esteja em destaque naquele momento. (BENDER, 2014).

A partir daí, formula-se uma questão motriz que será o foco principal da experiência de ABP. A participação dos alunos é primordial, desde o desenvolvimento da questão motriz ou a escolha da forma de pesquisa, até as decisões sobre como apresentar o resultado final, passando pelas decisões de como abordar o tema e produzir artefatos que contribuem para sua aprendizagem.

Os projetos de ABP são de longo prazo e promovem tanto o trabalho em equipe como individual durante este período. A atuação do professor como orientador durante esse processo é fundamental – principalmente diante do universo de informações que temos disponíveis hoje. Os alunos precisam ter acesso a materiais de pesquisa online e off-line, e, frequentemente, fazem atividades fora do ambiente escolar, como entrevistas ou pesquisas de campo.

A avaliação pode ser feita através de rubricas, análise dos artefatos, resultados de exercícios ou mesmo autoavaliação e avaliação entre pares.

Esta metodologia possibilita ao aluno vivenciar experiências que permitem a aplicação de conceitos e habilidades que são importantes para o seu desenvolvimento integral!

Referências bibliográficas: BENDER, W. N. Aprendizagem baseada em projetos: educação diferenciada para o século XXI. Porto Alegre: Penso, 2014.

Nenhum comentário

Postar comentário

X